Mauricio Torres, apresentador do Esporte Fantástico, morre aos 43 anos

O apresentador e narrador esportivo Mauricio Torres morreu neste sábado (31) em São Paulo. Internado desde o dia 1º de maio no hospital Sírio Libanês depois de passar mal durante um voo entre Rio de Janeiro e São Paulo, Torres teve complicações médicas e morreu no início da noite. 
O jornalista iniciou a carreira no sistema Globo de Rádio na década de 90, e em 1996 chegou à Rede Globo de Televisão, local no qual ficou até se transferir para a Rede Record
Torres chegou à Record em 2005 para as transmissões de futebol. No mesmo ano, participou dos programas Terceiro Tempo e D”.
O narrador também esteve na equipe olímpica da Record nos Jogos de Inverno de Vancouver (2010), nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara (2011), na Olimpíada de Londres (2012) e nos Jogos de Inverno de Sochi (2014).
Apresentadores lamentam – O apresentador Milton Neves lamentou a morte do ex-companheiro de televisão através do Twitter. “Morreu Mauricio Torres, narrador da Record e ex- Globo. Trabalhamos juntos na Rede Record e ele fez o épico TT (terceiro tempo) comigo e Maradona em 2007”, escreveu. O também apresentador César Filho também falou sobre o falecimento de Maurício Torres. “Muito triste a notícia da morte do narrador Maurício Torres, aos 43 anos. #RipMauricioTorres”, postou.
Leia a nota da Record na íntegra
A Rede Record lamenta profundamente a morte de seu apresentador e narrador esportivo Mauricio Torres.

Mauricio estava internado desde o dia 01 de maio no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, depois de passar mal durante um voo entre o Rio e São Paulo. O narrador teve várias complicações médicas e faleceu no início da noite deste sábado (31).

O apresentador chegou a Record em 2005 para as transmissões de futebol. Ele estreou na partida entre Brasil e Colômbia, válida pela fase final do Torneio Sul-Americano Sub-17, disputado na Venezuela. No mesmo ano participou dos programas “Terceiro Tempo” e “Debate Bola”.

Mauricio também esteve na equipe olímpica da Record nos Jogos de Inverno de Vancouver (2010), nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara (2011), na Olimpíada de Londres (2012) e nos Jogos de Inverno de Sochi (2014).

Atualmente apresentava o “Esporte Fantástico” ao lado de Mylena Ciribelli e Cláudia Reis.

O Brasil perde um dos principais jornalistas esportivos do país e um dos mais promissores talentos de sua geração.

Maurício deixa esposa e uma filha de 8 anos.

Externamos nossa solidariedade e sentimentos aos familiares, amigos e fãs.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *