Caso Monte Santo: pai biológico das crianças é preso por ameaça de morte

O pai biológico das crianças que foram adotadas de forma irregular, por famílias paulistas na cidade de Monte Santo, a 352 km de Salvador, foi preso nesta segunda-feira (15), depois de desacatar e ameaçar de morte uma escrivã do Fórum da cidade.
Segundo informações da delegacia local, Jerôncio Brito de Souza esteve embriagado na Vara Crime da Comarca de Monte Santo, para acompanhar o andamento do processo que envolve a adoção das crianças e teria agredido verbalmente a servidora, ao se contrariar com a falta de celeridade no caso.
Ainda de acordo com a polícia, Jerôncio foi autuado em flagrante pelo delegado Elysio Ramos e deve ser transferido para a delegacia da cidade de Euclides da Cunha, já que a unidade de Monte Santo não dispõe de carceragem.
Entenda o caso:
A situação ganhou repercussão nacional quando a imprensa começou a noticiar que cinco crianças tinham sido retiradas do convívio de seus pais, de forma ilegal, e sido entregues para adoção para famílias paulistas. O juiz da comarca municipal, Vitor Xavier Bizerra, além de intermediários, foram acusados de participar de um esquema de adoção ilegal que, de acordo com a ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, pode ter ligação com um esquema de tráfico de crianças.
Desde então, membros da CPI do Tráfico de Pessoas ouviram a mãe dos menores, Silvânia Mota da Silva, e estiveram nos municípios nos municípios de Monte Santos e Euclides da Cunha para ouvir outros envolvidos e entender detalhes do caso, que segue sendo investigado pela Justiça.
Fonte: Aratú Online



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *