Sócio da boate Kiss tenta se matar e mortos sobe para 235

Sócio da boate Kiss tenta se matar e é algemado na cama para evitar nova investida
O delegado Marcelo Arigony, que cuida das investigações do incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria (RS), confirmou  nesta quarta-feira (30) que um dos sócios da casa noturna, Elissandro Spohr, conhecido como Kiko, tentou se matar na noite desta terça-feira (29). 
O empresário está internado, sob custódia, em um hospital na cidade de Cruz Alta e teria usado a mangueira do chuveiro para tentar se enforcar. “Mas ele está bem e foi agora algemado na cama para evitar novas tentativas”, disse o delegado. A boate Kiss foi palco da tragédia que matou 235 pessoas vítimas de um incêndio na casa noturna no último domingo (27).
Número de mortos na tragédia em Santa Maria sobe para 235
Subiu para 235 o número de mortos no incêndio da boate Kiss, durante uma festa universitária em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Gustavo Marques Gonçalves, de 21 anos, teve morte encefálica confirmada na noite desta terça-feira (29) pela Secretaria Estadual de Saúde. De acordo com dados da pasta, ainda há 117 feridos da tragédia ocorrida na madrugada deste domingo (27). 
Os pacientes são atendidos em hospitais gaúchos. Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em entrevista coletiva no Hospital de Caridade, em Santa Maria, nesta terça-feira (29), há 64 internados em Santa Maria e 53 em Porto Alegre e na Região Metropolitana. Entre os pacientes na cidade onde ocorreu a tragédia, 27 estão em ventilação mecânica. Dos enfermos na capital, apenas três deixaram de respirar por aparelhos. “Estamos confiantes de que outras pessoas possam ter uma evolução no estado de saúde”, disse Padilha. 
 Ainda conforme o ministro, há 30 leitos de retaguarda de Unidade Terapia Intensiva (UTI) disponíveis em Santa Maria, que serão utilizados, caso necessário, pelas vítimas do incêndio.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *