Partido dos Trabalhadores perde R$ 3,8 mi do Fundo Partidário

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reprovaram as contas do PT do ano de 2005 e, com isso, o partido ficará por um mês sem os R$ 3,8 milhões do Fundo Partidário. Segundo o relator da matéria, ministro Gilson Dipp, a legenda foi notificada várias vezes para resolver os problemas apontadas pelo TSE. “O partido não sanou as irregularidades, mesmo com muitas oportunidades. […] É um conjunto de irregularidades que se projeta nos valores e no descumprimento das normas de prestação de contas”, afirmou.

O partido não apresentou informações complementares sobre pagamento de passagens e diárias no valor de R$ 166 mil, usou indevidamente recursos do fundo para o pagamento de contas de telefones particulares, multas de trânsito e bebidas alcoólicas, e deixou de registrar o valor de R$ 1 milhão pago à Companhia de Tecidos Norte de Minas.

Fonte: Folha de S. Paulo.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *