Comissão do Senado aprova fim do 14º e 15º salário a parlamentares

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou por unanimidade, nesta terça-feira (27), o projeto que acaba com o pagamento dos 14º e 15º salários a deputados e senadores, no início e fim do ano. No entanto, de acordo com a Folha, o tucano Cyro Miranda (GO) protestou contra o que chama de “baixo salário” de R$ 26,7 mil por mês. “Eu não vivo do salário de senador, mas tenho pena daquele que é obrigado a viver com R$ 19 mil líquido com a estrutura que temos aqui. Sou favorável ao projeto, mas que a gente pense diferente quando se propuser remuneração [aos parlamentares]“, afirmou. Além da quantia, cada senador recebe mensalmente R$ 15 mil em verba indenizatória para despesas em seus estados de origem, combustíveis e divulgação do mandato, entre outras finalidades. Também recebem cota de passagens aéreas e de despesas com telefone e Correios pagas pela Casa. O texto ainda precisa passar pelo plenário do Senado e depois, pela Câmara, para que o benefício seja extinto em definitivo. (BN)




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *