Fátima Bernardes tomará lugar de Ana Maria Braga nas manhãs da TV Globo

O fato ocorreu três meses atrás e só agora vem à luz. Seja por esquecimento, falha, gafe, ‘tilt’ ou apenas insensibilidade, nenhum diretor nem sequer comunicou a Ana Maria Braga ou à sua produção que Fátima Bernardes também passaria a ocupar as manhãs da emissora já em 2012.

Climão
Ana e equipe ficaram sabendo da novidade apenas uma hora antes da coletiva que a Globo daria aos jornalistas, no início de dezembro. A produção da apresentadora ficou não só surpresa e chateada com a falta de deferência, como também preocupada: como um funcionário da produção do "Mais Você", ouvido sob anonimato, disse:
"Como ficaria o futuro de todo mundo ali? Que novo programa das manhãs era aquele? Nós então íamos acabar? Ser absorvidos (pela produção de Fátima)… Foi um susto para todos nós…"
Bem, claro que é bom lembrar que a Globo não tem obrigação alguma de avisar quem quer que seja sobre o que faz com sua grade. Mas, talvez… talvez pudesse ser mais meiga com seus funcionários… passar um email, deixar um bilhete no camarim, um telefonema, enfim…
Outro lado
A assessoria de Ana Maria Braga se recusou a comentar o assunto. Por meio da CGCom, a Globo diz que "… a saída da Fátima foi, por motivos óbvios, cercada de segredo. No momento em que pode ser dividida, todos foram imediatamente envolvidos".
Mais uma pedra no caminho…
As eleições municipais podem provocar mas um adiamento na estreia do programa de Fátima. Fontes consultadas pelo "F5" dizem que o projeto pode ser adiado para 2013.
Vamos primeiro entender o caso. A Globo anunciou a atração no final do ano passado. A princípio, a estreia ocorreria com a nova programação, em abril, mas isso foi descartado por falta de tempo e pessoal. A Globo agora prevê a estreia de Fátima ocorrerá no segundo semestre. Acontece que muita gente na emissora acha que o "timing" seria o pior possível… vejamos o porquê…
Em meio à lama…
A partir de julho, ponderam alguns na Globo, as eleições municipais entram na reta final e esse é um período pouco salutar para o lançamento de grandes atrações na TV brasileira. Ainda mais uma como a da ex-âncora do "JN", que terá de ser popular e "alto astral" — ao mesmo tempo atrair a dona de casa, os aposentados e as crianças (o público-base das manhãs da TV aberta)…
Tropa de elite e rara
O "programa de Fátima" (espécie de nome "provisório"… rs), tem enfrentado um outro problema, além da falta de definição do formato e conteúdo. Falta de pessoal qualificado exclusivo. Acontece que praticamente todo mundo de gabarito já está trabalhando hoje e é bem remunerado. Se não está na própria Globo, está na Record ou em outras produções no Rio e no Brasil afora.
Não há gente altamente qualificada sobrando no mercado, e esse é outro empecilho que a Globo tem. Segundo o "F5" apurou, alguns profissionais de outros núcleos da Globo (redatores, câmeras, produção etc) chegaram a ser avisados que iriram, provisoriamente, ajudar no novo programa, mas boa parte já foi desmobilizada até segunda ordem.
Mas, mas, mas…
Também agora soa bastante precipitado o comunicado da CGCom de dezembro, o qual anunciava o fim da "TV Globinho" para a entrada de Fátima nas manhãs. Pois não é que, durante o lançamento da grade 2012, na última segunda em SP, a "TV Globinho" foi um dos produtos de destaque?

Por: InterioDaBahia.com.br, Do Informações da Folha de SP




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *