Alunos ficam sem aula em Lage dos Negros

No último dia 04 de novembro de 2011, os alunos do Anexo do Colégio Estadual Professora Luzia de Freitas e Silva, ficam sem aula, por causa de divergências entre a Diretoria do Colégio com a Diretoria da Central das Associações Quilombolas, onde um representante do Colégio teria se deslocado ao povoado de Lage dos Negros para com o intuito de substituir alguns funcionários de caráter PST (prestadores de serviços temporários).
Segundo relatos a confusão começou quando o representante do Colégio reuniu os funcionários para ler a lista das pessoas que continuariam o trabalho no colégio. Após isso a Diretoria da Central decidiu suspender as aulas, como forma de protesto ao ocorrido.
Em conversa com alguns alunos, onde os mesmos são favoráveis às atitudes “pois não é justo tirar as pessoas que estão trabalhando desde o início do ano para botar outras pessoas pra trabalhar o certo era chegar até o final do ano para trocar essas pessoas, esse povo vem de Campo Formoso só pra atrapalhar nossas aulas”  Relata um aluno do 2º ano.
O poder público deve acompanhar esse caso de forma mais próxima, onde se nota que existem apenas interesses pessoais, e em nenhum momento se pensou nos alunos, interesses esses que envolve diretamente grupos políticos partidários locais. Onde estes arcam com uma luta de poder, onde quem vence não é a população.

Por: Rodrigo Vicente.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *